Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017 o único semanário da região
 
PUBLICIDADE
Anuncie Aqui
 
Por Manoel Ribeiro Barbosa 11/08/2017 - 11:16:55   |  Atualizado em 01/01/1970 - 00:00:00
 
O sermão do Senhor Buda
Pouco se sabe sobre as civilizações passadas, pois o passado da humanidade foi apagado criminosamente por César, quando incendiou a Biblioteca de Alexandria
 
Likes:
Shares: 0
Comentários: 0
 
  Curtidas
  Compartilhamentos
 
 

| Foto: Arte |

Pouco se sabe sobre as civilizações passadas, pois o passado da humanidade foi apagado criminosamente por César, quando incendiou a Biblioteca de Alexandria. Também os líderes religiosos obscurantistas, além de incendiarem várias Bibliotecas sobre civilizações antiquíssimas, diziam: “Se o que esses livros dizem está no nosso Livro Sagrado, incendeiem, e se não está, devem incendiar!” Entretanto, a sociedade existe para nós e não nós para a sociedade – a única finalidade da vida é encontrar o Graal, é ter a visão da Unidade, do Todo, do Grandioso, do Grande Um nos muitos, e não viver programados pelas atuais Civilizações materialistas ou espiritualistas que estão completamente caducas! E a criação segundo a ciência – que é evoluir a partir dos animais, dos macacos – seria o mesmo que criar primeiro a luz dos sentidos e não da razão! Somos, porém, Filhos da Luz Incriada, de Essência Incriada, pois emanamos do Oceano Infinito da Luz Incriada, do Mar sem fundo e sem praias! Deus era o Primeiro Pastor e Chefe dos homens da Idade de Ouro, pois Saturno sabia que o homem não podia governar o homem sem injustiças e sem encher o Universo de suas vítimas – não permitia que nenhum mortal obtivesse poder sobre as suas criaturas! Assim, o Único Decreto das Eternas e Imutáveis Leis de Deus, é a Harmonia Absoluta no mundo da matéria e nas Dimensões Invisíveis!


 


Disse o Buda: “O elefante que vê sua figura refletida no lago, e fita-a e se vai, pensando ser a figura de outro elefante, é mais sábio do que o homem que, ao mirar-se na corrente da vida, diz: “Esse sou eu!” Com esse sermão o Buda quis dizer que a Verdadeira Vida está na consciência da existência da Essência Atemporal Incriada, do Divino Governante Interior, do Atman, do Cristo, do Santo Graal, que é nossa Verdadeira Natureza, e não na matéria, na nossa natureza mortal! Assim, portanto, “as mentes dos que viverem no final da atual Idade de Ferro e Início da Idade de Ouro, serão despertadas e se converterão em diáfanas como o cristal, pois Vishnú aparecerá como Kalki e restabelecerá a Justiça sobre a Terra – nascerá uma raça obediente às Leis da Idade da Pureza ou Idade de Ouro! O Divino Menino que restituirá à Terra a sua Idade de Ouro procederá da “Cidade dos Deuses” situada no Ocidente, em relação a algumas nações e no Oriente, em relação a outras!”


 


Todas as coisas tem origem na Unidade da qual procedem e à qual devem voltar! Não pode haver nenhum efeito sem causa anterior a qual por sua vez deve a existência a outra causa mais elevada até o Absoluto final – a Causa sem Causa! Mas a atual ciência não renuncia às suas leis físicas, governadas por si mesmas!

 
TAGs  
| Manoel Ribeiro Barbosa |
 
PUBLICIDADE
Anuncie Aqui
 
Comente  
 
 
Notícias Relacionadas
     
LIVRO - MIGUEL PEREIRA
A verdadeira meditação é o amor!
 
 
FESTA RELIGIOSA - MIGUEL PEREIRA
Festa de N. S. da Glória, sucesso absoluto!
 
 
veja mais...
 
 
PUBLICIDADE
Anuncie Aqui
 
 
PUBLICIDADE
Anuncie Aqui
 
 
Jornal Regional    
Editora Panorama Real Ltda ME    
CNPJ: 21.153.071/0001-02    
     
 
 
Copyright© 2017 - Todos os Direitos Reservados | Proibida a reprodução total ou parcial do conteudo do Jornal Regional para fins comerciais Desenvolvimento: Desenvolvido por RG7 Designer