Guarda Municipal de Miguel Pereira toma iniciativa e faz conscientização nas ruas para as novas regras do trânsito

Farol baixo acesso durante o dia já está valendo

08/07/2016 Trânsito Urbano

Entrou em vigor, no último dia 8, as novas regras determinadas pelo Conselho Nacional de Transito. Uma delas é que agora todos os veículos devem andar de faróis ligados nas rodovias do estado, o que já é exigência para as motocicletas.

Assim que soube que o uso dos faróis baixos do carro em rodovias durante o dia seria obrigatório, a promotora de eventos Lindi da Silva se adiantou. Apesar da medida só passar a valer a partir do dia 8 de julho, ela começou a deixar os faróis do carro ligados, para se acostumar. A tentativa, entretanto, lhe rendeu três chamadas do guincho. Como ela esquecia as luzes ligadas ao sair do carro, a bateria descarregou três vezes. Depois da dor de cabeça, uma solução criativa: um adesivo no painel do carro com os dizeres “Oi, Lindi, não esqueça de acender e apagar os meus faróis” é o lembrete diário da promotora de eventos.

“Quando soube da lei, eu vi que ia precisar de um aviso, porque eu esquecia mesmo”, diz Lindi. Ela avalia que o uso dos faróis é importante para aumentar a visibilidade dos veículos nas estradas. “Quando eu estou dirigindo e vejo um carro no retrovisor com os faróis ligados, me chama a atenção”.

Quem for flagrado com as luzes apagadas será multado em R$ 85,13 e terá quatro pontos na carteira de habilitação. A lei que estabelece a medida foi sancionada pelo presidente interino Michel Temer, no dia 24 de maio. A proposta teve início na Câmara dos Deputados e foi aprovada pelo Senado em abril.

O objetivo da medida é aumentar a segurança nas estradas, reduzindo o número de acidentes frontais. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o uso de faróis durante o dia permite que o veículo seja visualizado a uma distância de 3 quilômetros por quem trafega em sentido contrário. Os faróis baixos não podem ser substituídos pelos farois de milha, faróis de neblina ou faroletes.