São Jorge, personagem e herói de um jogo eletrônico de Realidade Virtual? É isso mesmo!

De Paty para o mundo dos jogos eletrônicos e da realidade virtual

06/08/2018

A idealizadora desse projeto e autora do livro "A Espada Inequívoca de Don Jorge Kapadokya", Editora Sinergia, fã de jogos eletrônicos, estava decidida a entrar de cabeça no mercado de jogos eletrônicos. Sua ideia era criar uma adaptação de um personagem da vida real que conciliasse originalidade, singularidade e laços com a cultura brasileira.

Prof. Mestra, Musicista, pedagoga e escritora, consultora das áreas de Educação e Cultura em instituições como Unesco, Unicef e Viva Rio, a carioca Regina Loureiro de Sá (ou Regina de Sabra, pseudônimo com o qual assina seu livro) escolheu Paty do Alferes para morar e desenvolver novos projetos educacionais e culturais, atraída pelo potencial de toda a região. "A região foi referência cultural internacional nos anos de glória da Casa das Artes, vergonhosamente abandonada. Quero atrair parceiros e desenvolver projetos que devolvam à região sua importância e receba do poder público a atenção que merece", disse.

Tudo começou quando, parada no trânsito da Linha Vermelha, notou que todos os carros que estavam a sua frente possuíam um adesivo do Santo Guerreiro e... Eureca! Amado em todo o planeta, independente do credo, São Jorge para o mundo, e Ogum na cultura afro-brasileira, era perfeito.

Para concretizar seu objetivo, era necessário, primeiro, escrever um livro com uma narrativa que possibilitasse sua adaptação para o jogo eletrônico. Por detrás de inúmeros jogos eletrônicos está um roteiro cuidadosamente elaborado. 

A partir daí, Regina de Sá pediu demissão de seu emprego formal, abriu uma microempresa, Sabra SofTribus, e partiu com o Santo Guerreiro na missão de transformá-lo no protagonista de um jogo eletrônico. Mergulhou em pesquisas sobre o santo durante 2 anos. Dessa imersão, nasceu "A Espada Inequívoca de Don Jorge Kapadokya", livro que é origem e a fonte do jogo eletrônico em desenvolvimento e com campanha de captação de recursos no Catarse.

Para concretizar o projeto, buscou referências no mercado de jogos eletrônicos, chegando aos nomes de Guilherme Xavier, Prof. Doutor da PUC e co-fundador e CEO da Donsoft Entertainment, e o tecnólogo Vinicius Ramires, fundador da Voxels, dois dos responsáveis pelo primeiro jogo eletrônico brasileiro de capoeira, o "Capoeira Legends", que coleciona vários prêmios.

De lá para cá, foram 8 anos de trabalho. O jogo veio a público em 2015, no Big Festival de São Paulo, um dos maiores festivais da América Latina, que reúne os principais desenvolvedores e publicadores de jogos eletrônicos independentes de âmbito internacional, além da exibição de jogos, palestras e workshops. Nessa participação, despertou interesse de publicadores dos EUA e da Polônia.

O jogo evoluiu tecnicamente, é uma experiência interativa 3DVR, uma tendência crescente no mundo dos jogos eletrônicos, que possibilita ao jogador entrar em cena, estar dentro da imagem em 3D. O jogo foi construído pelo especialista em VR e desenvolvedor de jogos eletrônicos, Vinicius Ramires, da Voxels, sob a lupa do ludólogo e game designer, Guilherme Xavier, da Donsoft. A coordenação musical é de Regina de Sá.

Don Jorge Kapadokya envolve desenvolvimento de jogos transmidiáticos e jogos analógicos, como o card game pronto e que será lançado em breve, estilo RPG, com seus personagens tradicionais e personagens do livro, além de personagens das lendas brasileiras.

Em janeiro deste ano, o jogo foi apresentado no DIGI - Festival de Cultura Digital do Centro Cultural Banco do Brasil, também referência no mundo dos jogos e desenvolvedores. Seu sucesso lhe deu lugar, mais uma vez, no Big Festival de São Paulo deste ano, participando como produto na rodada de negócios. Essa exposição lhe rendeu parceiros no desenvolvimento do jogo, além do interesse de um grupo chinês. 

Em junho, o jogo foi selecionado para exposição e fruição no Espaço Gamer, do Grand Hyatt Rio, hotel de luxo com 5 estrelas na Barra da Tijuca, e foi considerado destaque entre os jogos participantes.

Com essa rápida escalada, o projeto Don Jorge Adventures pôde participar, de 20 a 22 de julho, na Geek & Game Rio Festival, no Rio Centro, como expositor.  Também considerado um dos maiores eventos, no gênero, da América Latina, o festival reuniu os maiores segmentos de jogos eletrônicos e história em quadrinhos, por onde passaram mais de 80.000 pessoas. 

 

HackingRio nos dias 27, 28 e 29 de julho

 

O sucesso de Don Jorge foi tão grande no Geek & Game Rio Festival que o grupo foi convidado para apresentar o jogo no HackingRio, evento de inovação do Rio de Janeiro que reunirá mais de dois mil participantes entre inovadores, empreendedores, especialistas e investidores para o processo de transformação do Rio Smart City 2020. O evento acontecerá nos dias 27, 28 e 29 de julho no Aqwa Corporate, Porto Maravilha.

Essa realização é 100% brasileira e envolve apenas 3 profissionais: Regina de Sá, musicista e escritora de games, Guilherme Xavier, game designer, e Vinicius Ramires, desenvolvedor de jogos eletrônicos, contando com a participação especial de Marcus Ferrer, renomado compositor, responsável pela trilha sonora original do jogo, e Fernando Ribeiro, designer com atuação internacional e no projeto "Oculus", do Facebook. Quem quiser conhecer o projeto, pode acessar www.donjorge.com.br.

 

Contato Regina de Sá: sabrasotfribus@gmail.com

(24) 99949.2879

 

Referência da Veja:

https://vejario.abril.com.br/cultura-lazer/grand-hyatt-rio-tera-espaço-dedicado-aos-games-ate-22/