"A arte me encontrou na rua"

"Bete tem um talento imensurável", diz o professor Enezio

18/01/2019 Artes

Desde pequena, Bete Ferreira já demonstrava aptidão e gosto pela arte de desenhar. Ao longo da vida, ela teve alguns "anjos" que viram seu talento e ajudaram a desenvolver essa arte extraordinária.

O primeiro foi Dagoberto, seu irmão mais velho. "Guardo comigo minha primeira caixinha de lápis de cor. Os lápis não existem mais para a arte, a madeira se deteriorou, mas a caixinha está comigo; naquela época, era caro e difícil, mas meu irmão sempre me apoiou. Ele também me deu a primeira mesa de desenho, que está lá em casa, e um jogo de canetas nanquim que não dá mais para usar, mas guardo com o coração", relembra Bete do irmão, com carinho.

Mas a vida segue e o trabalho lhe levou para outra direção, já que ela não tinha "pai e mãe" que pudessem lhe dar uma retaguarda enquanto estudava desenho; ela até que tentou. Bete seguiu a carreira profissional de RH e trabalhou em várias empresas de grande porte no Rio. O desenho ficou adormecido, mas ele estava lá dentro, em algum lugar. Nessa altura da vida, casada com Roberto e com o filho Enzo, ela achava que ele era coisa do passado, mas, fugindo da insegurança e da violência do Rio, há 3 anos, a família veio de mudança definitiva para Paty. E, andando pela rua, o desenho lhe chamou - viu um cartaz do Ateliê Arte & Cor, em Miguel Pereira, do professor Enezio Firmo, oferecendo aulas de desenho e pintura.

Em casa, à noite, comentou com o marido, que já conhecia o desejo e o talento da esposa. No dia seguinte, sem ela saber, ele foi ao endereço do ateliê e pagou 3 meses de curso. Chegou em casa, entregou o carnê pago e disse "agora é com você". Roberto foi seu segundo anjo que, junto com seu filho Enzo, vibram com cada desenho feito pela esposa e mãe.

Bete não pensou duas vezes, agarrando a oportunidade e, com sede de aprender, passou a frequentar as aulas do professor Enezio, que lhe aprimorou as técnicas do carvão, do lápis e, recentemente, do nanquim. Bete continua aprimorando sua técnica e aprendendo outras.

Segundo o professor Enezio, "Bete tem um talento imensurável, é uma aluna exemplar, não deu trabalho nenhum, só precisa treinar. Aqui, mostro como se chega mais rápido aonde ela quer chegar, é uma das minhas melhores alunas", conclui o professor, que é seu terceiro anjo da guarda.


O contato de Bete Ferreira é (21) 99362.5104 WhatsApp e (21) 98119.1455.