Relatório garante: O Lago de Javary é seguro

Prefeito reúne INEA, Defesa Civil, DRM e Corpo de Bombeiros e constata ausência de risco de rompimento. Relatório de inspeção comprova ausência de risco de rompimento da barragem de Javary

05/04/2019 Meio Ambiente Edição 236

A Prefeitura de Miguel Pereira implementou um grupo de trabalho para diagnóstico, planejamento e monitoramento permanente da barragem do Lago de Javary.

O grupo, em atividade desde janeiro deste ano, realizou diversos estudos técnicos, tais como levantamento topográfico, sondagem, batimetria, estudo hidrológico, dentre outros, os quais subsidiaram o relatório final de inspeção, que concluiu: "análise estática, oriunda dos dados obtidos geotécnicos e topográficos demonstram não haver 'iminência de ruína'. Estes mesmos dados demonstram que mesmo se houvesse um estado próximo à iminência de ruína, o Lago de Javary iria se esvair até o seu nível inercial, o qual independe da barragem, já que há uma depressão natural causada pelo assoreamento ao longo dos anos que se traduz em uma declividade ínfima até o seu 'tardoz' (parede da barragem à montante), reduzindo substancialmente o empuxo causado pela água reservada. Os cálculos presentes nesse relatório são demonstrativos e procuram de forma muito 'conservadora' uma determinação de instabilidade, a qual não é encontrada".

Todo trabalho realizado tem acompanhamento permanente do INEA, Secretaria do Ambiente do estado, DRM - Departamento de Recurso Mineral, Defesa Civil e Grupamento de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiro do estado.

"O Lago de Javary é nosso principal cartão postal e a segurança da nossa população é nossa prioridade. Por isso, apesar da total ausência de risco, determinei que o grupo de trabalho continue vigilante e não meça esforços para garantir a manutenção e segurança do Lago", concluiu o Prefeito André Português.