Vai começar o maior evento esportivo da região

Vem aí o Mundial de Vôlei de Praia de Miguel Pereira

02/08/2019 Mundial de Vôlei de Praia Edição 253

A 611 metros acima do nível do mar, está grande a expectativa para o início do Mundial de Vôlei de Praia em Miguel Pereira. Com a chegada do início do evento, a cidade começa a se movimentar para receber atletas, turistas e profissionais que chegarão para esta grande festa do esporte com disputas que reúnem nomes do cenário do vôlei de praia do Brasil e do mundo.

As disputas

As disputas acontecerão nas arenas montadas no Lago de Javary.  A prefeitura ergue uma superestrutura com arenas de areia, arquibancadas, área para imprensa e camarote. Passarão pelas arenas do Lago de Javary atletas vindos dos Estados Unidos, Noruega, Itália, Chile e Brasil, entre outros. O público pode esperar disputas alucinantes entre atletas de alto nível que disputam outras etapas do mundial em vários países.

Atletas consagrados e arbitragem

O Mundial de Vôlei de Praia deste ano, assim como no anterior, irá receber os maiores nomes do vôlei de praia, como: os campeões brasileiros Harley Marques e Luciano Ferreira; as atuais medalhistas nos jogos Pan-Americanos de Lima no Peru, Carol Horta e ngela; Tainá Silva Bigi e Victoria Lopes Pereira Tosta, medalhas de bronze no Miguel Pereira Open em 2018; e também são presenças confirmadas as feras Alison, Renato, Rafael, Arthur, Adrielson, Hevaldo, Vinicius e Juliana Silva.

Arbitragem a nível Olímpica

A arbitragem ficará por conta de Maria Amélia, que já participou das Olimpíadas de Atlanta, Pequim e Londres, foi a responsável pela arbitragem de duas finais olímpicas no Brasil, encerrou sua carreira internacional após 25 anos de atuação e é supervisora de arbitragem em vários mundiais. Nas Olimpíadas do Rio, trabalhou como Gerente de Árbitros e como Árbitro do Desafio - Challenge Referee. Maria Amélia é instrutora e membro da Comissão de Arbitragem da CVB.

A arena recorde

A arena para o Mundial de Vôlei de Praia teve sua capacidade aumentada para receber o público. Este ano, o local contará com 3 mil lugares, além de área para imprensa e camarote. Miguel Pereira, quando realizou o primeiro Mundial, recebeu nota máxima na pontuação e critérios exigidos para que um município seja sede de um evento com este porte. O Lago de Javary é um local privilegiado pela natureza, com uma área arborizada e um imenso espaço onde estão erguidas as arenas. No local, que já possui quiosques, terá também banheiros químicos e estacionamento.

O Mundial que movimenta o comércio

Para os comerciantes, a expectativa é de que o Mundial de Vôlei de Praia movimente durante a semana e, principalmente, nos dias dos jogos um número maior de clientes, já que a cidade recebe pessoas de várias partes do estado para hospedagem aos finais de semana e equipes que acompanham os atletas nos dias de disputas.

Para Daniel Guimarães, proprietário do restaurante Le Vélo Montagne, o evento dará uma aquecida positiva no comércio de alimentos, trazendo mais movimento de pessoas para a cidade e, consequentemente, um aumento no faturamento. "Estamos nos preparando para receber os turistas que virão para o evento", finalizou.

Gabriela Nascimento, do restaurante Comilança, acredita que o Mundial será bom para o comércio e principalmente para a cidade, pois leva o nome de Miguel Pereira para fora do país através das redes sociais e torna conhecido o município no Brasil.

Um legado para a cidade

"O Mundial de Vôlei de Praia, a cada ano que passa, vai consolidar um legado para o município em várias frentes: no esporte, incentiva e conscientiza nossas crianças e jovens de que o esporte é um dos caminhos para uma sociedade melhor e mais equilibrada; para a cidade, a visão de que podemos muito e vamos avançar ainda mais para que Miguel Pereira seja um destaque no cenário estadual em turismo e desenvolvimento econômico; para cada cidadão ou visitante, a oportunidade de estar numa cidade agradável, acolhedora e segura e com a oportunidade de estar assistindo uma competição com atletas de alto nível do Brasil e de vários países. O que posso dizer é que vale a pena vir para Miguel Pereira e, na semana que vem, todos terão um motivo a mais: o Mundial de Vôlei de Praia", finalizou o prefeito André Português.