Todo mundo tem um pouco de arquiteto e engenheiro no sangue...

- Você vai construir quantos andares?

09/08/2019 Pode isso, Arnaldo? Edição 254

Lambança é lambança: pode ser pequena ou grande, mas é sempre uma lambança. Com nosso amigo Jorge não foi diferente da cultura local, a de que todo mundo tem um pouco de arquiteto e engenheiro no sangue, e com nosso amigo não foi diferente quando ele resolveu reformar a casa e em seguida ampliar o quarto do pai.

A ampliação era para dar mais conforto àquele que já tinha trabalhado tanto, então Jorge contratou um pedreiro, um ajudante, um marceneiro... comprou areia, cimento, ferragem, janelas etc., mas achou que contratar um arquiteto era desnecessário, um gasto extra, afinal, era só um puxadinho... consultar um arquiteto era desnecessário uma vez que ele próprio e o pedreiro davam conta do recado do projeto arquitetônico do "puxadinho" do quarto do pai.

Obra em ritmo acelerado, ele recebe a visita de um amigo e arquiteto. Meio espantado, o cara olha a obra e, em apenas uma pergunta, demole de forma irreversível todo o puxadinho:

- Você vai construir quantos andares?

- Como assim "quantos andares"?! Estou ampliando o quarto do papai, são três paredes e um telhadinho - respondeu o aprendiz.

Então o arquiteto (de verdade) fulminou:

- É porque essa ferragem é para construção de três andares...

Arnaldo, o cara arregalou o olho e, imediatamente, passou o filme da reforma da casa, ele caiu na real e percebeu o quanto podia ter economizado na obra se tivesse contratado um arquiteto de carne e osso.

Pode isso, Arnaldo?!... Fica a lição! kkkkk