Vestibular de Medicina de Miguel Pereira será dia 19/1

O prefeito André Português e o eng. Marco Capute, presidnete da Fundação Severino Sombra fizeram o anúncio

29/11/2019 Ensino universitário Edição 270

Após realizar os sonhos de muitos moradores por atualmente ter disponível na cidade os cursos de Direito e Gestão Pública, o prefeito André Português acaba de anunciar que o curso de Medicina da Universidade de Vassouras terá seu vestibular também em Miguel Pereira, promovendo, em parceria com o município, sua plena inserção regional.

Embasado pelo que há de mais atual no ensino médico, o curso propõe-se a formar médicos generalistas com visão humanista, crítica e reflexiva do processo saúde-doença, formando profissionais capazes de atender às principais demandas da população por meio de ações de promoção da saúde, de prevenção às doenças e pela realização de uma prática médica humanizada e tecnicamente atualizada.

Assim, os principais diferenciais do curso da Universidade de Vassouras são a inserção à prática médica e às atividades na comunidade, utilizando ao máximo as unidades pertencentes à região de saúde de inserção do curso, desde o primeiro período, objetivando a ampla integração curricular, a diversidade de cenários de prática e a total integração com a Rede Regional de Atenção à Saúde - em todos os seus níveis de complexidade -, oportunizando ao estudante praticar medicina tanto nas Unidades Estratégia Saúde da Família, como nos centros de saúde, tais quais o Hospital Universitário de Vassouras (HUV), de propriedade da mantenedora da Universidade e referência regional para cerca de 1 milhão de habitantes em alta e média complexidade, e também o Hospital Municipal Luiz Gonzaga, operado pela FUSVE. Portanto, a inserção dos estudantes em atividades práticas na comunidade, como no Hospital  Universitário, no Hospital Municipal Luiz Gonzaga, no ambulatório escola, no moderno laboratório de Habilidades e Simulação e nas unidades de saúde, desde o primeiro período do curso, oportuniza-lhes a construção de uma visão ampliada de saúde ao lidarem com problemas reais, contribuindo, assim, para o desenvolvimento de sua autonomia e proatividade, atributos essenciais ao médico que a Universidade de Vassouras se propõe a graduar.

As 60 vagas que o novo edital contempla são: 48 para candidatos que optarem por vestibular e 12 para candidatos que optarem em concorrer com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio - ENEM.

Todas as 60 vagas serão destinadas para o desenvolvimento de práticas acadêmicas no Hospital Municipal Luiz Gonzaga, localizado no município de Miguel Pereira, tais como: Campo de Estágio, Programa de Aproximação à Prática Médica, Projetos de Pesquisa e Extensão, dentre outras, destacando-se o Programa de Atendimento à Comunidade. A Universidade de Vassouras promoverá toda a logística de transporte dos alunos para deslocamento entre os municípios de Vassouras e Miguel Pereira para realização de atividades previstas tanto nas instalações acadêmicas quanto nos hospitais operados pela mantenedora, a Fundação Educacional Severino Sombra.

"Receberemos os alunos de Medicina com muito carinho em nossa cidade. Nossa gestão vem trabalhando em conjunto com excelentes parceiros, que prezam pela qualidade do serviço prestado em nossa cidade e visam a melhoria para todos! Estou muito feliz em realizar esta ação e dar mais um grande passo para o município, que ganhará muito mais que estudantes de medicina; Miguel Pereira ganha também visibilidade e melhoria em diversos setores da economia", disse o prefeito.

Para realizar a inscrição, o candidato deverá acessar, entre os dias 25/11/19 e 13/01/2020, o site medicinavassouras.com.br e aquele que desejar concorrer com o ENEM tem o prazo de até 09/01/2020.

A prova será realizada no dia 19/01/2020 nos municípios de Miguel Pereira, Vassouras, Rio de Janeiro e Maricá.

Na foto (E) o eng. marco Capute, presidente da Fundação Severino Sombra, o prefeito André Português (C) e o reitor da Universidade de Vassouras, professor Marco Antônio Soares de Souza (D). As obras do novo prédio já foram iniciadas.