Um engenheiro gaiato, conhecido na cidade, foi com a mulher e o filho para Natal - RN e, como é de praxe, tomaram todas

Na blitz o guarda pede... - Assopra o bafômetro!

24/01/2020 Pode isso, Arnaldo? Edição 278

Arnaldo,

Um engenheiro gaiato, conhecido na cidade, foi com a mulher e o filho para Natal - RN e, como é de praxe, tomaram todas. Como o voo de volta para o Rio era às 3h da madruga, voltaram para o hotel por volta das 20h, quando foram parados numa blitz da Lei Seca. O gaiato, carioca e malandro, no carro alugado, de sunga, descalço e com a mulher e o filho no carro, foi respondendo os pedidos do guarda:

- Assopra o bafômetro.

- Não posso!

- Carteira de habilitação?

- Não tenho.

- Identidade?

- Não tenho.

O tenente sentiu que o caso era 100% encrenca e resolveu passá-lo para o sargento, que estava dentro da cabine:

- Senhor, assopra o bafômetro!

- Pô sargento, assim o senhor vai me ferrar! - disse o carioca.

O sargento paciente indaga:

- E o senhor quer que eu faça o quê?

O carioca estava esperando essa deixa para responder:

- Assopra pra mim!

Pode isso, Arnaldo!? Consta a lenda que o fato é verídico!