Aula inaugural de Medicina marca dia histórico em Miguel Pereira

1ª turma do curso de Medicina é iniciada

14/02/2020 Ensino universitário Edição 281

Esse é um sonho antigo que agora é uma realidade para a cidade de Miguel Pereira e para os alunos que ingressam no curso. O início da primeira turma do curso de Medicina ficará marcado na história da cidade e também na vida de cada um dos 60 estudantes matriculados. A primeira semana letiva do curso de Medicina foi pensada para acolher os estudantes que, no primeiro momento, vão conhecer os docentes, o curso, os diferenciais, o Hospital Municipal Luiz Gonzaga e as Unidades de Saúde da Família e vão se inteirar das metodologias utilizadas pela Universidade.

Para recepcionar os novos acadêmicos, o prefeito André Português preparou, junto à Faculdade, um evento especial. Em seu discurso, apresentou aos pais e alunos presentes os novos empreendimentos do município, falou sobre seus projetos e como foi importante a implantação do curso na cidade. Foi diante da parceria entre a Prefeitura e a entidade de ensino que, a partir de agora, será possível formar profissionais de saúde em Miguel Pereira.

Prefeito

"Quem quer ser médico tem que aprender que vai ter que estudar sempre, para o resto da sua vida. Então, podem ter certeza que chegaram ao local certo. Nossa cidade está preparada para receber esse novo desafio, que é o Campus de Medicina, e em breve o novo Campus abrigará as salas mais modernas do país e em fevereiro a obra de nosso novo Hospital também se torna realidade. Agradeço ao Marco Capute por acreditar em nossa cidade e em nosso trabalho", falou o prefeito, se referindo a um dos investimentos da cidade, o novo Hospital Municipal e a UPA, que juntos somam 29 milhões de reais em investimento e contemplarão a cidade com uma unidade de saúde ampla e moderna e com CTI, ressonância, tomografia, centro de diagnóstico precoce de câncer, centro odontológico e de reabilitação.

Pró-reitor do curso de Medicina

"Em qualquer profissão, tem que se aprimorar um pouco mais. Tem a parte técnica, que tem que ser bem trabalhada, mas, principalmente, as nossas percepções. Como é que anda o nosso olhar, o nosso escutar? Como é que anda o nosso raciocínio? Como é que a gente faz para ter a melhor abordagem com aquelas pessoas que precisam de cuidado?", explicou o professor Côrtes, pró-reitor do curso de Medicina, aos olhares atentos de pais e alunos.

Estiveram presentes na aula inaugural o prefeito André Português, o vice-prefeito Pedro Paulo Quinzinho, o pró-reitor de Ciências Médicas da Universidade de Vassouras João Côrtes, o coordenador do curso da unidade de Miguel Pereira Nilson Chaves Júnior, o diretor geral da FAMIPE Jesimar da Cruz e os vereadores Domi, Vitor Ralha, Roberto Pitanga, Cléber do Táxi e Wania de Conrado.