Geudece era um vereador diferente: calmo, tranquilo...

O prefeito chamou Geudece e lhe passou a espinhosa tarefa da liderança do governo.

13/03/2020 Pode isso, Arnaldo? Edição 285

Arnaldo,

Geudece era um vereador diferente: calmo, tranquilo, dividia seu tempo entre Miguel Pereira e Copacabana, conhecia de tudo e ajudava todo mundo, era um cara boa praça.

Em um de seus mandatos, Geudece pegou uma Câmara difícil, complicada, belicosa, e o prefeito estava tendo problemas com as matérias que mandava. O líder do governo não estava dando conta e o pau roncava.

O prefeito chamou Geudece e lhe passou a espinhosa tarefa da liderança do governo. Por sorte, para Geudece não tinha tempo ruim. Em poucas semanas ele resolveu o problema e as mensagens do prefeito deixaram de ter objeções.

Certo dia, o prefeito soube que o vereador, líder do prefeito, estava atendendo um vereador da oposição. Então, o prefeito chamou a atenção do líder do governo pedindo para que não fizesse mais isso.

Calmamente, Geudece vira para o prefeito e coloca os "pingos nos iis":

- Prefeito, deixa que a Câmara é comigo, eu toco e resolvo, ou o senhor quer voltar a ter problemas?!

O prefeito entendeu o recado, ficou o dito pelo não dito e mudaram de assunto.

Pode isso, Arnaldo!? Consta a lenda que o fato é verídico!