Delegado sindical flagra loja que não deveria estar aberta

Comerciários forram liberados para cumprir a quarentena domiciliar.

03/04/2020 Comércio Edição 288

O delegado sindical do Sindicato dos Comerciários do Rio, Miguel Pereira e Paty, Marcelo Bizerra, flagrou a loja de móveis Casa Feliz, em Paty do Alferes, aberta com cinco funcionários, e solicitou o fechamento imediato. O proprietário fechou o estabelecimento e os trabalhadores foram liberados para cumprir a quarentena domiciliar.

"Entendo o lado dos empresários, mas dessa forma estão agindo contra as determinações federais, estaduais e municipais. É um esforço muito grande que todos estão tendo que fazer e eles não podem colocar em risco todo esse trabalho e, mais ainda, os funcionários, e sem resultado, porque as pessoas não estão saindo às ruas, estão se esforçando nacionalmente. O governo federal já adotou medidas econômicas para que os empresários possam pagar duas folhas de pagamento de seus funcionários com seis de carência, pagar em 36 meses e com juros de 3,75% ao ano. Não há motivos para esse comportamento dos patrões", desabafou o delegado.