Prefeito Juninho reduz o próprio salário e de cargos comissionados para enfrentar a crise do coronavírus

A redução será de 25% nos vencimentos dos próximos três meses, a partir de 1º de maio.

17/04/2020 Saúde Pública Edição 290

O prefeito Juninho Bernardes, acompanhado do vice Arlindo Dentista, anunciou nesta 4ª feira (15) um corte no próprio salário e nos vencimentos dos secretários, dos cargos em comissão e funções gratificadas para ajudar o município a combater o coronavírus.  A redução será de 25% nos vencimentos dos próximos três meses, a partir de 1º de maio, podendo ser prorrogado dependendo da evolução da crise.

A exceção são os servidores em comissão que com o corte receberiam menos que um salário mínimo. O objetivo é manter o equilíbrio financeiro da Prefeitura e resguardar os salários dos servidores concursados.

O prefeito Juninho comentou a decisão: "Estamos vivendo uma crise sem igual. Há mais de 100 anos não era registrado algo do tipo. E para momentos assim, precisamos que cada um faça a sua parte. É preciso responsabilidade e cortes para conseguirmos vencer mais esta luta", destaca.

O vice-prefeito Arlindo ressaltou que o enfrentamento da crise envolve a otimização de recursos para que mais vidas possam ser salvas.