Aprovado pela maioria dos comerciários, Sindicato quer garantir saúde dos trabalhadores

Em meio à pandemia, Sindicato aperta o cerco e luta pelo uso obrigatório das máscaras e teste para os comerciários

24/04/2020 Luta sindical Edição 291

O resultado da eleição do Sindicato dos Comerciários, realizada nos dias 7 e 8 de abril, representa o trabalho correto perseguido pela atual direção da entidade. O atual presidente, Márcio Ayer, foi reeleito, junto aos membros da Chapa 1, com 1.644 votos de um total de 1.675 votantes. Na região de Miguel Pereira e Paty do Alferes, a votação foi bastante expressiva, pois dos 411 sócios, 334 votaram, representando 81,26% de aprovação.

Para o delegado sindical Marcelo Bizerra, agora eleito para a Diretoria Executiva de Cultura, Esporte e Lazer, "O resultado mostra a confiança no trabalho que estamos desenvolvendo. Fico feliz com tudo que estamos fazendo pelos trabalhadores e trabalhadoras do comércio. Em Paty e Miguel Pereira, mantemos atividades na Fazenda e estamos atentos aos problemas nas empresas. Nessa pandemia do coronavírus, atuamos para que os empresários adotem medidas de proteção, como uso de máscaras, placas de acrílico nos caixas, álcool em gel etc. O Sindicato também tem garantido importantes avanços para os trabalhadores, e um deles foi a redução do funcionamento dos supermercados para até as 14 horas no feriado dessa Semana Santa". 

Ao mesmo tempo, o Sindicato tem fiscalizado de perto o cumprimento dos decretos municipal e estadual que tratam deste momento de pandemia. Além de Marcelo Bizerra, a nova direção do Sindicato conta também com os diretores da região Bruno Baldez e Elinaldo Gomes.

"O Sindicato tem redobrado sua atenção para resguardar a saúde dos comerciários. Já apresentamos propostas para que os supermercados forneçam álcool em gel, luvas, máscaras, sabão, toalhas e outras ações que controlem o número de pessoas dentro do comércio e de distanciamento entre as pessoas", afirma o presidente do Sindicato dos Comerciários Márcio Ayer.

Máscara e testes para detectar o novo coronavírus 

Desde o começo do mês de abril, o Sindicato tem defendido como uma das medidas de segurança o uso obrigatório de máscaras no comércio, tanto para os trabalhadores como também para os clientes. Recentemente, a prefeitura do Rio publicou um decreto que atende a essas reivindicações do Sindicato.

"Seria importante que o governo do estado e as demais prefeituras seguissem essa determinação. As autoridades de saúde têm recomendado o uso de máscaras como uma das formas de impedir a proliferação do novo coronavírus", destaca Márcio Ayer. 

O Sindicato ainda está na luta para que o governo do estado garanta a realização de testes para detectar a COVID-19 em todos os trabalhadores do comércio que estão com suas lojas funcionando e que todos aqueles identificados como positivo sejam liberados do serviço.

 

Fotos: Os diretores Marcelo Bizerra (1), Bruno Baldez (2) e Elinaldo Gomes (3), eleitos para representar a categoria comerciária. 

Foto de Wellington Santos