A libido e o desejo

Eles são seres lineares, homens tendem a ser mais previsíveis e produtivos. Já nós, mulheres, tendemos a ser mais imprevisíveis e criativas; o que certamente impacta a forma como vivemos a nossa sexualidade

 25/06/2021     Sexologia      Edição 351
Compartilhe:       

Na sequência da nossa coluna sobre repertório de prazer, cabe falarmos sobre a libido e o desejo; afinal um repertório pobre de prazer é, muitas vezes, fruto desta falta de libido sexual e, consequentemente, de desejo.

Homens e mulheres são biologicamente diferentes. Eles são lineares e nós, cíclicas. Como seres lineares, homens tendem a ser mais previsíveis e produtivos. Já nós, mulheres, tendemos a ser mais imprevisíveis e criativas; o que certamente impacta a forma como vivemos a nossa sexualidade.

 

Questão complexa

Uma questão complexa e que ainda perdura entre uma porcentagem expressiva de mulheres é que a sexualidade feminina ainda é pautada pela "obrigação", por vezes inconsciente, de sempre estar pronta para o ato sexual performático, aquele que é feito para agradar ao homem, ainda que em detrimento do próprio prazer e, muitas vezes, sem nenhum desejo.

Além disso, há uma diferença determinante no tipo de desejo nas mulheres e nos homens. Mariana Stock explica que "os homens têm desejo ativo, pois são regidos pela testosterona, um hormônio que tem presença constante no organismo dos machos e é responsável por grande parte das caraterísticas masculinas como libido permanente, presença abundante de pelos, engrossamento da voz, crescimento de barba e agressividade. Já as mulheres são regidas principalmente pelos hormônios estrogênio e progesterona. Nossas características femininas, como seios, ovulação são aspectos que o estrogênio nos dá. O mais importante nessa história é que estrogênio e progesterona vivem uma linda dança, entre picos e vales, ao longo do ciclo menstrual que em média dura 28 dias."

Assim, fica mais fácil entender que homens têm desejo ativo enquanto mulheres podem ter o desejo espontâneo, geralmente quando estão solteiras ou em início de relacionamento, ainda na fase da paixão/encantamento, e o desejo responsivo quando estão em relacionamentos de longa duração.

Além disso, o ciclo de resposta sexual se dá de forma distinta entre homens e mulheres; para eles, o desejo vem antes da excitação, enquanto que para nós, para termos o desejo, precisamos antes nos excitar. E para nos excitarmos, precisamos saber, ainda que inconscientemente, que algo prazeroso está por vir, um convite para uma experiência gostosa e que vai valer o esforço desprendido.

Foto: @stu.marchenko