- Junte-se a nós para salvar o Rio Santana -

33 milhões de litros de esgoto a menos no Rio Santana

 10/06/2016     Meio Ambiente   
Compartilhe:       

O Instituto Terra de Preservação Ambiental – ITPA convida a população para o evento de inauguração dos Sistemas de Saneamento Rural no Bairro de Francisco Fragoso, e divulgação do macro projeto de saneamento rural das comunidades do Rio Santana, que tratará o esgoto de 800 residências no Vale das Princesas, Marco da Costa, Vera Cruz, Francisco Fragoso, Lagoa das Lontras e Arcádia. O evento será realizado no dia 19 de junho, no horário de 13hs às 16hs, em Francisco Fragoso.

 

O projeto piloto, realizado em Francisco Fragoso, é considerado o primeiro no Estado do Rio de Janeiro a enfrentar em grande escala o problema da falta de saneamento em zonas rurais. Foi realizado em parceria com a iniciativa privada e SEM apoio da Prefeitura Municipal. “Os governantes, de uma forma geral, esquecem que os rios já chegam poluídos nas cidades. Por isso, quando investem em saneamento, restringem-se às zonas urbanas. Nossa intenção é mostrar para todo o Brasil que é possível realizar o saneamento de comunidades rurais por meio de tecnologias de baixo custo de manutenção e com grande eficiência”, explica Abílio Vilela, coordenador de Saneamento Rural do ITPA.

As ações foram iniciadas com um diagnóstico participativo das localidades, mapeamento de residências, levantamento topográfico, agrupamento das residências e implantação dos sistemas de saneamento rural unitários, onde 19 residências foram beneficiadas, tratando cerca de 1,9 milhões de litros de esgoto. Na segunda etapa, com a implantação de sistemas coletivos de saneamento, o projeto alcançou a marca de captação e tratamento de esgoto correspondente a 150 famílias, incluindo a Colônia de Férias Graham Bell e Colônia de Férias dos Rodoviários, o que permitirá o tratamento de mais de 6 milhões de litros de esgoto que eram lançados no Rio Santana. Em um ano de funcionamento, esses sistemas de saneamento juntos irão tratar mais de 33 milhões de litros de esgoto. Para isso, foram implantados 6 tanques sépticos de 20 mil litros, 2 tanques de 15 mil litros, 5 filtros anaeróbicos de 15 mil litros e 1 de 12 mil litros, 750 metros de valas de infiltração e mais de 2 km de rede coletora de esgoto. Diferentemente do que é realizado em projetos comuns de saneamento, a equipe do ITPA refez todo o sistema de tubulações de esgoto a partir da origem, na casa das famílias. “Implantamos um projeto para durar muito tempo, com qualidade. Nada pela metade. Começamos a consertar as tubulações dentro da casa das pessoas”, disse Mauricio Ruiz, idealizador do projeto.

O ITPA é uma organização que sempre mira em grandes resultados. Por isso, a partir da experiência do projeto piloto, foi elaborado um programa amplo de saneamento rural de toda a bacia hidrográfica do Rio Santana, que será capaz de tornar as suas águas potáveis novamente, atrair mais turistas para a região e oferecer água pura e de qualidade na fonte. Serão mais de 1.000 residências contempladas. “O Secretário de Estado do Ambiente, André Corrêa, já confirmou a aprovação do projeto, que deverá ser implantado pela Prefeitura Municipal de Miguel Pereira no ano que vem,” afirmou Mauricio Ruiz.

No dia do evento, será lançada também a campanha RIO SANTANA EU AMO EU CUIDO que já está unindo toda a população pela preservação do nosso principal manancial de abastecimento. Contamos com a presença de todos neste dia histórico para o município.

INFORMAÇÕES: ITPA - Instituto Terra de Preservação Ambiental

www.itpa.org.br

Abílio Vilela – Coordenador do projeto

abilio@itpa.org.br

 

(24) 2483-8712