Nhoque da felicidade, uma receita italiana

Dia 29 chegando e é dia do famoso nhoque da felicidade. Existe uma lenda que diz que ao comer o nhoque, no dia 29, é importante colocar embaixo do prato uma nota de dinheiro - real, dólar, euro ou outra - pra dar sorte.

 23/10/2020     chef Fred Tibau      Edição 315
Compartilhe:       

Olá, leitores do nosso Jornal Regional. Dia 29 chegando e qual a lembrança que me vem na memória sobre essa data? Sim, o famoso nhoque da felicidade, porque existe uma lenda que diz que ao comer, é importante colocar embaixo do prato uma nota de dinheiro - real, dólar, euro ou outra - pra dar sorte.

Muita gente ama essa massa feita basicamente de batata. Lembro-me que quando eu era criança, minha mãe me obrigou a comer, pois era o que tinha para o jantar. Confesso que não gostei nenhum pouco daquele negócio molenga, mas, os anos passaram, nosso paladar vai mudando, apurando, e hoje eu gosto bastante, porém precisa ser bem feito e com pouca farinha, caso contrário fica massudo e não fica legal.

Eu vou dar uma receita que eu aprendi na faculdade de culinária com meu professor que era italiano, receita maravilhosa que vocês também vão gostar.

Vamos aos ingredientes:

1 quilo de batata Asterix já cozida e passada na peneira para não ficar pedaços

300 gramas de farinha de trigo

80 gramas de parmesão bem ralado

3 gemas

1 pitada de noz-moscada

Sal a gosto

40 gramas de manteiga com sal derretida

Modo de preparo:

Com a batata já passada na peneira e fria (precisa estar fria, isso é muito importante), junte 250 gramas de farinha de trigo (os 50 gramas restantes serão usados para polvilhar) e os outros ingredientes.

Você vai pegar de pouco em pouco essa massa, colocar na bancada e polvilhar farinha. Depois, faça os rolos e corte com a faca.

Cozinhe em uma panela bem grande com bastante água e sal. Assim que subir, já está na hora de tirar.

Coloque imediatamente numa bacia com água gelada para parar o cozimento, de preferência coloque gelo nessa água.

Molho 3 queijos

Aqui em casa nós gostamos de servir junto com molho de 3 queijos, que é super fácil de fazer; já que a massa dá um certo trabalho, o molho rápido e prático equilibra o preparo.

Eu uso 600 ml de creme de leite, 100 ml de leite, sal a gosto, 200 gramas de gorgonzola, 100 gramas de parmesão ralado grosso e 200 gramas de requeijão. Para preparar, é simples: mistura todos os ingredientes e está pronto - fica divino!

Fico por aqui. Quando fizerem, me contem como ficou. Te aguardo na próxima receita com Fred Tibau.